Wednesday, May 25, 2011

Escritor na mídia - Portal Itu.com.br

No portal Itu.com.br, apareceu em 25/05/2011, um artigo sobre o Novlet, um site de escrita cooperativa. Nesta reportagem, é citado um trecho do primeiro capítulo do romance "O Covil dos Inocentes", escrito inteiramente online através de um blog, e posteriormente, disponibilizado no Novlet para que outros autores pudessem criar linhas paralelas de enredo.

Segue o artigo, na íntegra, abaixo:

Você gosta de histórias? Experimente escrevê-las de forma diferente

Conheça o Novlet.com na série 'Web do Bem' dessa semana

Por Camila Bertolazzi
O escolhido dessa semana para a série “Web do Bem” é um site simples, com poucos recursos, mas capaz de fazer a nossa imaginação voar alto.

Morar no escritório nunca é uma opção. Ninguém gosta de misturar vida profissional com vida pessoal, não que eu tenha tido vida pessoal, ultimamente. Como Silvana descobriu que eu estava em meu gabinete, àquela hora da noite, é difícil determinar. Talvez ela estivesse passando na rua lá embaixo e tenha visto a luz acesa; mas o mais provável é que o desespero a tenha feito tomar uma decisão sem sentido, porém, que gerou resultados. Era meia-noite quando a silhueta surgiu na vidraça opaca, onde meu nome insistia em estar gravado pelos últimos seis anos. (Henry Bugalho)

Imagine-se lendo esta história; tudo está indo bem, quando de repente o enredo toma um rumo que você não gosta. – “Que suspense sem graça, seria bem mais interessante se a mocinha não moresse no final”. Todo leitor um dia já quis mudar uma parte – ou várias – do livro. É exatamente essa a proposta do Novlet.com, uma aplicação da web que suporta storywriting não-linear de colaboração. Ou seja, os leitores/autores podem acrecentar novas passagens em qualquer lugar da narrativa.

“Cada trecho pode ter uma ou mais continuações diferentes: cabe a você, leitor, decidir como a história que você está lendo deve ir para frente. E se você não gostar de nenhuma das sequências que já foram escritas, você sempre pode escrever a sua própria, e começar uma nova história”, afirmam os criadores do website ao explicá-lo. Eventualmente, cada história terá um único ponto de partida, mas uma estrutura muito complexa, com várias e diferentes ramificações.
É caso do texto “Internet e Aprendizagem” que, depois do primeiro parágrafo escrito por Maria Souza, teve 14 diferentes passagens. E você, como continuaria este parágrafo?

Com o avanço das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), a informação e o conhecimento estão cada vez mais acessíveis no mundo digital. Computador e Internet estão sendo incorporados ao cotidiano das escolas e trazem desafios para os professores, na medida em que favorecem o desenvolvimento de novas situações pedagógicas e ampliam as oportunidades para o acesso à informação, à participação, à ampliação de redes e para o processo de ensino e de aprendizagem.

O mesmo aplicativo pode ser usado em 20 idiomas diferentes, entre eles italiano, espanhol, russo, alemão, japonês, chinês, francês, grego, árabe e hebraico. O inglês e o português são os mais populares, com 454 e 108 histórias escritas nestas línguas, respectivamente.
Mas algumas dicas são sugeridas aos leitores que querem continuar a história.
- Tentar adotar o mesmo estilo usado nas passagens anteriores. Por exemplo, se a mesma está escrita em primeira pessoa, não altere – sem razão – para a terceira;
- Não é necessário que todas as passagens contenham mudanças de enredo ou acontecimentos explosivos. Parte do sucesso de uma história vem do equilíbrio entre partes lentas e rápidas;
- Ao corrigir erros ortográficos, de pontuação e gramaticais das passagens escritas por outros autores, seja cuidadoso para não alterar o enredo das histórias.
Dicas dadas, agora é hora de deixar a sua imaginação voar em busca daquele romance dos sonhos ou de uma espionagem emocionante, porque no Novlet você faz a história.
Leia mais: www.novlet.com/

Publicado na seção de Cultura/Literatura do portal Itu.com.br no dia 25/05/2011

 

1 comment:

Natalia Smirnova said...

Ola, muito legais essas dicas. Gostei. Nada melhor que ler algo bom. Eu agora estou em um projeto de blog-book online chamado “Illegitimate” e está indo muito bem ate agora. Estou apenas no sexto capítulo e com ótimas críticas. De uma olhadinha quando tiver um tempo. Te vejo por lá.
http://pagesoferasedtext.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.