Saturday, August 25, 2012

Quer publicar seu livro? Então abra o olho para as editoras picaretas


Finalmente, você acabou de escrever e revisar seu primeiro livro.

Esta já é uma grande vitória, posto que a maioria dos candidatos a escritores não consegue sequer superar esta primeira etapa.

Em seguida, vem o desespero da publicação. "Não basta ter escrito um livro, é preciso publicá-lo", pensa o autor e, para isto, ele estará disposto a fazer qualquer coisa, qualquer coisa mesmo.

Eu lhe asseguro que publicar um livro é até mais fácil do que escrevê-lo, desde que você tenha uma poupancinha para arcar com todas as despesas.

"Mas eu não tenho um tostão guardado", você pensa. Então sua vida não será nada fácil nos anos que se seguem à escrita de seu livro.

Como publicar seu livro?

Você terá algumas opções iniciais:

1 - pagar uma publicação independente;

2 - enviar originais para grandes editoras comerciais;

3 - enviar originais para editoras médias e pequenas;

4 - pagar para ser publicado pelo selo de alguma editora.

Se você for um autor desconhecido, sem costas quentes (entenda-se, sem padrinhos ou amigos importantes no mercado editorial), a possibilidade de ser publicado de cara por uma grande editora é próxima de zero. Sendo otimista...

Editoras médias e pequenas podem até ter uma abertura maior para autores estreantes, por outro lado, possuem catálogos mais enxutos e publicam bem menos livros anualmente.

Isto é, restaram duas opções pagas.

A tiragem independente, que custará mais caro, mas, se as vendas forem boas o potencial de lucro será muito maior, ou o selo pago de alguma editora, que pode ser uma editora picareta.

Explorando os sonhos alheios

Muitas destas pequenas editoras que cobram de autores nasceram de iniciativas honestas de também escritores que também tiveram dificuldades para publicarem seus primeiros livros.

Frequentemente, para você integrar o mercado editorial, o caminho mais rápido é, além de ser escritor, tornar-se também um editor.

Por outro lado, várias destas editoras também surgem somente de interesses comerciais, de gente que encontra no desespero dos escritores um filão mercadológico importante.
São editores que sobrevivem às custas da exploração dos sonhos alheios. E é aí que você tem de tomar cuidado.

Publicar não é o fim

Uma vez que você tenha seu livro pronto em mãos, editado e publicado, é quando você se dá conta que publicar não é o fim do caminho.

O mais difícil do ofício da escrita é fazer com que os livros cheguem às mãos dos leitores e, na maioria das situações, isto só ocorrerá com o esforço direto e constante do próprio autor.
As grandes editoras possuem os autores de renome que sempre receberão mais atenção do que os novatos.
As editoras medianas também investirão seus recursos, isto se chegarem a investir qualquer coisa, nos livros que vendem mais.
Já a editoras pagas, não investirão nada, isto se não cobrarem um adicional do autor por um pacote de marketing do livro.

Como identificar uma editora picareta?

Não é fácil separar o joio do trigo no mercado editorial brasileiro, pois mesmo grandes editoras pisam na bola com seus autores.

Mesmo assim, existem alguns indícios que você está caindo no conto do vigário quando:

a - existem taxas de leitura de originais.
Isto é simples. A editora cobra uma alta taxa de leitura, recusa a maioria dos originais recebidos e faz um caixa somente assim, sem precisar editar e publicar livro algum.

b - o valor cobrado pela revisão, edição, diagramação, impressão e distribuição é alto demais
Você precisa pesquisar antes de meter os pés pelas mãos. Faça orçamentos com gráficas para ter uma noção de quanto custaria para fazer uma tiragem de mil exemplares de seu livro.
Este será o seu referencial.
Se, por acaso, o que a editora está cobrando de você se aproximar do valor da gráfica, pense duas vezes.
Será que não compensaria mais que você mesmo arcasse com todas as despesas e vendesse seu livro de porta em porta?
Não é uma tarefa fácil, mas os retornos podem ser melhores, além de você estar lidando com uma pessoa na qual confia: você mesmo.

c - pesquise o histórico das editoras na internet
Hoje em dia, não há desculpas para cair no conto do vigário.
Com a internet, você pode descobrir sobre a reputação de qualquer editora/editor em questão de segundos, além de ouvir histórias de autores revoltados que já foram passados para trás.

Conclusão

Eu entendo que você queira ver seu livro publicado, mas não adianta se precipitar.

Se escrever um livro é como ter um filho, pare e reflita: "você entregaria seu filho nas mãos de qualquer imbecil, que poderia prejudicá-lo?"

A carreira de escritor exige muita paciência e cautela. O trabalho do autor não é somente escrever livros, mas também fazer decisões acertadas e vestir a camisa na hora de promover e vender suas obras.

Como se já não fosse difícil, os autores ainda tem de se esquivar dos pilantras de plantão.

Você conhece alguma editora picareta e possui uma história para compartilhar conosco?

2 comments:

João Cirino Gomes said...

Pretensos escritores.

Eu João Cirino Gomes; Autor da Obra O Massacre da Máfia no Amazonas, venho por meio desta informar aos desavisados interessados em publicar, para tomarem cuidado com a Biblioteca Editora 24×7, pois este pessoal vem dando o golpe em vários autores.

E os que já foram lesados por esta editora, entrem em contato comigo, através do email> janciron@hotmail.com
A intenção é entrar com um processo por propaganda enganosa, estelionato e apropriação indébita; pois os picaretas irresponsáveis, que administram esta editora; digo espelunca, ou arapuca, estão dando o golpe no mercado.

Este pessoal faz promessas, interessados em se apropriarem de certo valor pago pelo autor, não cumprem nada do prometido, dizem que a obra não vende, mas mesmo depois dos três anos contratuais, continuam postando a obra e fazendo propaganda comercial da mesma. Se vc mandar uma carta para destrato, eles dizem que não receberam e continuam usando a obra sem sua permissão, e sem pagar nada por isso, como se da obra fossem os donos.
De longas datas eles vêm agindo desta maneira.
Se vc não tomar providencias, eles se apossam de sua obra, pois direitos autorais, nenhum autor recebe mesmo.

Anonymous said...

Tem também aquele selo Talentos da Literatura Brasileira. Tem autor que gasta por volta de 14.000 reais e não tem retorno nenhum. Eles não distribuem direito, não fazem ações de marketing.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.